Video Video Aviso sobre vendas SAP Mais de 25 anos de história na fabricação de equipamentos para desobstrução de redes coletoras de esgoto. Segurança e Satisfação - A Produtos SAP fabrica varetas, pontas, cabos, acionadores manuais, engates com preço justo e qualidade! Parcerias de Qualidade - Trabalhamos em parceria com grandes empresas privadas e públicas do setor, além de companhias de água e esgoto municipais além de revendadas de todo o Brasil. Qualidade dos Produtos - Nossos equipamentos são fabricados com materiais de procedência, todos laudados e certificados.

Setor sucroenergético estima moagem de 11,9 milhões de toneladas de cana na safra 2021/22

Por FiledIMAGE,por envato elemens

Por FiledIMAGE,por envato elemens

Já iniciada na Mata Norte do estado, a safra 2021/22 deve se estender até março do próximo ano. O esmagamento total de cana do estado, destinado às produções de açúcar, etanol anidro e hidratado e energia de biomassa, deve atingir o total de 11,983 milhões de toneladas de cana, segundo o Sindaçúcar. Caso o resultado seja atingido, o valor será similar aos 11,731 milhões de toneladas da safra passada, com um incremento de cerca de 2,15%.

O levantamento das chuvas que ocorreram no período de janeiro a agosto deste ano, apresentou precipitações mais intensas na Zona da Mata Sul, com os meses de abril e maio se destacando em melhores níveis. O mês de agosto, ainda não encerrado, também vem acarretando melhor pluviosidade com relação a junho e julho, mostrando que a precipitação no estado teve grandes variações. Dependendo da localidade, com oscilações de 90 a 220 milímetros em média por mês.

As produções de açúcar e etanol na safra 2021/22 devem resultar em 940 mil toneladas de açúcar e cerca de 362 milhões de litros de etanol. Já a exportação de açúcar para o mercado internacional pode chegar a 40% da produção total. O volume será escoado, principalmente, pelos portos do Recife e de Suape. Segundo Renato Cunha, as obras de dragagem no Porto do Recife devem fazer diferença no escoamento da produção.

“Acreditamos que as obras de dragagem do Porto do Recife, serão fundamentais, principalmente se forem concluídas até final de outubro, já que o setor vem perdendo competitividade em sua plataforma de exportações, para outras origens do Nordeste, em função das restrições dos níveis atuais do calado do Porto”, disse Renato Cunha, presidente do Sindaçúcar-PE.

Fonte:www.diariodepernambuco.com.br/